A secretaria municipal de Desenvolvimento Urbano, por meio da superintendência de Políticas Habitacionais de Várzea Grande instrui os candidatos ao Programa Minha Casa, Minha Vida, portadores de senhas distribuídas durante a fase de pré-inscrições no município (20 a 31 de janeiro último), para que compareçam à unidade até o dia 31 de julho.

“É quando se encerra oficialmente o prazo para realizarmos as pré-inscrições de quem retirou senha e ainda não compareceu na Habitação”, explicou a superintendente, Luciana Araújo de Souza.

Souza destacou que é importante ressaltar que não há prorrogação de pré-inscrições dessa campanha. Atendemos diariamente na Habitação apenas quem retirou sua senha e não pôde, por algum motivo, dar sequência ao processo para cadastramento no programa habitacional.

Ela voltou a enfatizar que a Habitação de VG atua com base rígida nos critérios estabelecidos pela Portaria 610, de 26 de dezembro de 2011. “Existem inscrições efetuadas desde 2011, atualizadas em 2013 (janeiro a abril). O ideal é que os candidatos cumpram os critérios assinalados na referida Portaria governamental (Ministério das Cidades). Quem não estiver apto, compatível às exigências, terá seu cadastro reprovado”.

Luciana advertiu ainda que as visitas de fiscalização da Habitação de VG (feitas junto aos pré-cadastrados) têm constatado irregularidades diversas. “Existem pessoas com casas alugadas e que querem se inserir nesse programa. Quer dizer: insistem em querer burlar os critérios exigidos. Mas não conseguem isso. Observamos quesitos de extrema necessidade, carência absoluta. A exemplo de famílias residentes em áreas insalubres ou que tenham sido desabrigadas, ou ainda mulheres que respondem diretamente pela unidade familiar”.